OFERENDA

OFEREÇO-TE MEUS SEIOS
NA BANDEJA DO MEU AMOR
MEUS OLHOS SERÃO TEUS OLHOS
E MEU CAMINHO, TEU DESTINO.
OFEREÇO-TE A DÁDIVA DE SERMOS UM SÓ
EM UNIÃO
E NO BANQUETE DA PAIXÃO NOS FUNDIREMOS.
E, ENTÃO,
QUANDO MINHA BOCA
FOR A NOSSA BOCA
E O MEU AMOR FOR O NOSSO AMOR
AS FADAS DESABROCHARÃO DAS LUZES,
DO ENCANTO,
DA VIDA...
E,QUANDO MINHAS MÃOS DENTRO DAS TUAS
E TU DENTRO DE MIM
FIZER A DOCE DANÇA DOS AMANTES
RESTARÁ DE NÓS DOIS
APENAS DOIS NÓS
VOLUPTUOSOS, CEGOS,
CHEIRANDO A VINHO SAGRADO
NÉCTAR RECÔNDITO
DOS DEUSES...
HELOISA HELENA - em 27.09.06

2 comentários:

Ratos Di Versos disse...

Lolô,
fico com o encontro sgrado final pois o que fica, fica para ti e para os amantes1
Muito brilho!
Muito brilho,estou equidistante mas,
nÃo o suficiente para não te compreender!
Já amei1
Já amei e amo o mr d'ôcês""""""""""""
beijos,
Maris

Anônimo disse...

Como rato estive aqui roendo alguns pedaços do seu blog. Foi bom. Quero queijos e poesias. Nos encontramos na Lapa dos becos de gente sem maquiagem.

Ratos
Peitos
Putas.
Gatos
Cães
Lutas.
Travestis
Fardas
Escadas e grutas.
A verdade brasileira na Lapa chuta
A verdade brasileira na Lapa chupa
A verdade brasileira na Lapa
é de riso, flores, sangue e chuva.
Marcondes Mesqueu