BICHO PREGUIÇA

BICHO PREGUIÇA


Eu sou preguiça
o bicho que vai
devagar, devagar
Eu sou o bicho preguiça
que vai indo devagar;
para onde eu não sei
mas se correr eu ando

(às vezes, só pego no tranco)

Nietzsche. O último verso é um crédito de Caluxo.

3 comentários:

Ratos Di Versos disse...

Ótimo chegar nesse estágio palavra-eu!
É assim; gostar de voce e da sua escrita!
Vamos indo e não paramos mais!!!!
beijossssss
marikota

Juliana Hollanda disse...

muito bommmmmmmmmmmm!!!!

vamo que vamo...
bjo
Juju

Juliana Hollanda disse...

muito bommmmmmmmmmmm!!!!

vamo que vamo...
bjo
Juju